São tantos os detalhes na legislação que, por vezes, você deixa um ou outro passar despercebido, não é mesmo?

Esse é o caso da recuperação de impostos.

Você mesmo(a) pode até ter o direito a esse crédito fiscal no momento, mas nem sabe.

E ninguém deseja perder dinheiro. Você trabalha visando exatamente o contrário.

Mas você sabia que isso pode estar acontecendo com você?

Com a quantidade de tributos existentes, muitos empresários ficam com “um nó na cabeça” e acabam pagando mais impostos do que deveriam e também de maneira errada.

Por isso, cabe à contabilidade analisar e checar se a sua empresa pode fazer uso desse direito.

Mas, como uma contabilidade faz a recuperação de impostos?

Nesse sentido, fizemos este artigo completíssimo para te explicar tudo que você precisa saber sobre esse tema.

Acompanhe!

Recuperação de impostos – uma forma de economizar

Está previsto em lei o conceito de crédito fiscal e qualquer organização que faz o recolhimento de impostos pode se beneficiar dele, desde que sejam obedecidos todos os critérios estabelecidos.

Assim, sua empresa pode economizar bastante com contribuições futuras e ser ressarcida de impostos pagos indevidamente.

Entretanto, é preciso que você entenda que não são todos os tributos pagos que dão direito a esse retorno de recursos, como é o caso do IPTU e o IPVA que uma vez pagos não há possibilidade de recuperação.

Mas, existem outros impostos que permitem reaver seus créditos pagos como o IPI e o ICMS.

Devido a essa possibilidade de recuperação de algum valor de imposto é que é extremamente importante a contabilidade fazer uma apuração minuciosa e correta dos créditos dos tributos dos serviços e produtos.

Assim, na hora da saída eles podem ser abatidos de forma exata.

Entendeu?



É importante você saber também que todas as empresas com escriturações mercantil e fiscal completas podem ter direitos a impostos recuperáveis, exceto aquelas tributadas pelo regime simplificado como:

  • As empresas optantes do Simples Nacional.
  • As microempresas (ME).
  • E as empresas de pequeno porte (EPP).

Tributos que te dão direito a crédito fiscal

Entre os tributos que dão direito à sua empresa de recuperação de impostos estão:

  • IPI.
  • ICMS.
  • Cofins.
  • E PIS/Pasep.

Como uma contabilidade faz a recuperação de impostos

Um dos primeiros passos para fazer a recuperação de impostos é checar a existência de créditos fiscais.

Nesse caso é preciso revisar períodos de apuração que já foram finalizados para identificar valores relativos a créditos fiscais que não foram apropriados.

Muitos tributos são recolhidos de forma errada devido mudanças que ocorrem na legislação; então é preciso que o seu contador responsável pela empresa fique sempre atento a essas.

E dentro da recuperação de impostos, é analisada toda a documentação fiscal da sua empresa, visando encontrar valores que não foram pegos como créditos no sistema não cumulativo de tributos da empresa com apuração contábil pelo lucro real.

Portanto, agora que você sabe como uma contabilidade faz a recuperação de impostos deve estar se perguntando como é possível realizar toda essa apuração, análise e cálculos.

Saiba que todo esse processo de recuperação de impostos não é tão simples e é por isso que se torna imprescindível que você conte com o apoio de uma assessoria contábil especializada.

Assim, contar com o auxilio de um contador significa ter um atendimento completo de um profissional com conhecimento técnico e estratégico, importantes para a avaliação do desempenho e tomadas de decisões do desempenho do seu negócio.

Além de ajudar na avaliação de situações como a citada neste artigo, nossa contabilidade através de nossa equipe altamente capacitada está apta a te auxiliar em diversos outros aspectos contábeis.

É uma solução econômica muito vantajosa para sua empresa.

Entre em contato conosco!

WhatsApp AM contabilidade Online

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.