Você sabia que se formalizar como MEI pode trazer inúmeras vantagens para seus negócios?

Alguns exemplos são:

  • Ter conta como pessoa jurídica.
  • Emitir notas fiscais e assim trabalhar com grandes empresas.
  • Direito a aposentadoria.
  • Efetivar negócio com órgãos públicos, entre vários outros benefícios.

Mas talvez o mais relevante benefício para o MEI nesse ano de 2018 é a possibilidade de adquirir o microcrédito, uma forma de poder investir no seu negócio e ajudar a girar a roda do seu crescimento.

E o mais interessante é que esse microcrédito pode ser concedido a quem já é MEI e para quem se interessa em se tornar um novo empreendedor, olha que fantástico!

Exatamente por isso que agora você conhecerá um pouco mais sobre as exigências e os direitos para solicitar o seu microcrédito e assim conseguir melhorar a lucratividade do micro empreendimento.

Acompanhe!

Fique atento (a)!

Antes de explicar os tipos de linha de crédito, valores e exigências, é importante que você saiba que:

  • O microcrédito deve ser utilizado apenas para investir na empresa, caso contrário pode ser um passo para trás no crescimento dos negócios.
  • Não vá com sede ao pote, entenda primeiro as suas possibilidades, para não errar na hora de fazer o pagamento, afinal, você irá firmar um compromisso financeiro.
  • Sim, existem exigências e análises minuciosas para que seja concedido o crédito.

Agora que você já sabe que é importante pensar antes de pedir um recurso financeiro para seus negócios, conheça os detalhes.

Reúna os documentos

Antes de se dirigir a uma instituição financeira a fim de solicitar o microcrédito, junte todos os documentos referentes ao negócio e os pessoais. As exigências poderão variar de um banco para outro, contudo, os documentos mais comuns são:

  • CPF.
  • RG.
  • Comprovante de residência.
  • PPU se acaso for ambulante.
  • Alvará de funcionamento.
  • CNPJ

Qual valor posso solicitar?

O valor de microcrédito vai de R$100 até R$15mil reais, a instituição financeira irá avaliar o quanto irá conceder, normalmente aprovam valores menores para capital de giro e quantias maiores para reformas ou investimento em maquinários, por exemplo.

Portanto, é importante ter muito bem definido qual será a finalidade do empréstimo.

Outros pontos que pode influenciar no montante do empréstimo é se esse é o primeiro recurso que você solicita junto à instituição. Se você estiver listado como “bom pagador”, ótimo!

Como é feito o pagamento do microcrédito?

O parcelamento irá variar de uma instituição financeira para outra, tem algumas que concedem até 36 meses para saudar as dívidas, mas ATENÇÃO, os juros devem ser muito bem analisados para não trazer prejuízos. É sempre bom conversar com um contador!

Para capital de giro, o limite de parcelas para o pagamento costuma ser menor, outro fator a ser analisado será se o microempreendedor possui ou não CNPJ limpo, nesse caso, as possibilidades de melhores condições de aquisição aumentam consideravelmente.

Onde solicitar o microcrédito?

Existem várias instituições privadas e públicas que estão filiadas ao programa de microcrédito, o ideal é entender quais são disponíveis na sua região e verificar taxas e formas de pagamento e apenas depois solicitar o empréstimo na que se encaixar melhor dentro de suas necessidades.

Para verificar quais estão mais próximas de você acesse:  www.trabalho.gov.br/.

Cuidados ao contratar o empréstimo!

Para não correr riscos de não conseguir o empréstimo ou deixar de pagar as parcelas, o ideal é ter o respaldo de um contador, junto a ele analisar as possibilidades, separar os documentos comprobatórios e projetar o pagamento ideal para o seu bolso.

Por que VOCÊ PRECISA DE UM CONTADOR?

Quando tudo é colocado na ponta do lápis, diversas possibilidades se abrem, seja comprar um carro, ou ainda para gerar capital para desenvolvimento do seu negócio, para tanto é preciso ter um contador especializado ao lado, visto seu alta grau de conhecimento sobre gestão financeira, quanto a questão fiscal e contábil dos seus negócios!

Você já se perguntou por exemplo se é preciso deduzir imposto de renda como Pessoa Física?

Não vamos responder aqui nesse momento, mas para não ver seu negócio afundar, entre em contato agora mesmo e não perca dinheiro e nem tenha dores de cabeça!

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.