Infelizmente, costuma ser bem comum ocorrer falhas no ambiente de trabalho, que acabam gerando algum prejuízo ou algum conflito entre empregado e empresa.

Porém, existem alguns cuidados que podem, e devem ser tomados para evitar isso.

Por isso, fizemos este artigo especialmente para você!

Veja os cuidados para evitar problemas trabalhistas.

Saiba exatamente como evitar!

Tendo a intenção de evitar reclamações, a empresa tem que:

1) Manter sempre a sua relação com o seu colaborador baseado em documentos escritos e digitalizados, isso quer dizer, tudo que for combinado, seja com relação a pagamento ou não, faça de forma que esteja sempre baseado em documento escrito.
2) Em uma jornada que seja superior a 6 horas, nunca dê intervalo intrajornada que seja inferior a uma hora, pois só teria que ter a supressão de 10 minutos para se pagar toda a hora como extras.
3) Sempre faça o controle da jornada de trabalho do empregado de maneira escrita, não importando qual é o tamanho de sua empresa, se o controle de jornada for realizado de maneira manual ou mecânica, todo mês o funcionário vai ter que assinar o cartão de ponto sob pena de invalidá-lo como prova.
4) Deixe bem claro ao colaborador que ele tem direitos e obrigações. O artigo 2º da Consolidação das Leis do Trabalho – onde é considerado empregador a empresa individual ou coletiva que assume os riscos das atividades econômicas e admite, assalaria e dirige a prestação pessoal de serviço.
5) O contrato de trabalho já tem que ter uma previsão de punição no caso de faltas injustificadas de maneira gradativa, se iniciando pela advertência, suspeição e por, finalmente, a dispensa por justa causa por dissidia se o contrato de trabalho já tiver em curso um regulamento interno com entrega de uma via com confirmação de recebimento a cada funcionário pode suprir a lacuna.
6) A empresa também deve fazer o registro de todos os seus colaboradores antes de começar no trabalho e fazer exame médico admissional.
7) Cumprir a legislação trabalhista de maneira rigorosa, especialmente com relação à proteção do trabalhador (equipamentos de proteção individual, por exemplo).
8) No caso de haver contratação de estagiários, não deixar de fazer o contrato com a entidade de ensino e não extrapolar o limite de horas semanais estabelecidos.
9) Em contratos com autônomos, faça-os também por escrito, com todas as regras bem claras e, sobretudo, fazer os recolhimentos devidos à previdência social.
10) Não se esqueça de fazer o pagamento das horas extras aos colaboradores, ou ter o acordo para compensação de horas por escrito.
11) A empresa deve tratar a todos os colaboradores com o mesmo nível de cortesia e respeito.
12) Pagar todas as verbas trabalhistas em rescisão contratual.
13) Manter os registros, documentos e comprovantes de pagamento de:
 Salários;
 Férias;
 INSS;
 FGTS.
Tudo isso em boa guarda e organizado.
14) Não abusar das suspensões sem ter um motivo justo, que sejam comprovados os casos de Justa Causa, conversando muito e antes com seu contador ou advogado.
15) A empresa deve fazer o acompanhamento das novidades na área trabalhista por meio de uma consultoria.

E são essas as maneiras que tem de você evitar dores de cabeça e problemas para sua organização.

Tomando todos esses cuidados, torna-se possível deixar seus colaboradores sempre satisfeitos e sem nenhum motivo para que façam reclamações referentes a sua empresa.

Isso ainda ajuda a evitar custos que não tenham a necessidade de serem gerados para sua organização.

Lembre-se ainda que, quando você trata seu colaborador com respeito, gera uma sensação de gratidão e isso o impede de ir a Justiça, pois afinal, não tem nenhuma razão.

Qualquer dúvida é só falar com a gente!

Estamos aqui para ajudar e esclarecer!

 

Livre de Spam

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.